E-mail Marketing: Padrões, Práticas…

Uma das primeiras formas de marketing em ambiente digital, o e-mail marketing segue sendo uma valiosa ferramenta de vendas. Ainda assim, pode ter resultados muito fracos ou até adversos se usado de forma equivocada.

O disparo de mensagens de forma massiva, para centenas ou milhares de pessoas, sempre corre o risco de ir parar na caixa de spam dos destinatários ou simplesmente de ser ignorado por eles.

Assim, é necessário observar uma série de cuidados a serem tomados com essa ferramenta, da criação do corpo do e-mail ao planejamento das mensagens, os quais vamos observar a seguir.

Construindo seu e-mail

Inicialmente, deve-se observar algumas dimensões máximas para os conteúdos do e-mail marketing, de tal forma que a mensagem não fique pesada nem extrapole as dimensões de visualização do usuário.

A largura do e-mail deve ser de no máximo 600 pixels, e a altura, a menor possível, a fim de reduzir a necessidade do uso da barra de rolagem . As imagens devem ser usadas com “muita” moderação e precisam ser extremamente leves, no máximo 45kb.

Evite padrões ruins

IMAGENS
Deve-se evitar ainda o uso de uma única imagem com texto no e-mail, desacompanhada de texto. Por exemplo, como colocar uma imagem no pano de fundo da mensagem, visto que essas práticas tendem a ser entendidas como spam pela maioria dos principais provedores de e-mail.

TABELAS
Na hora de inserir tabelas, nada de CSS, que também tende a ser mais barrado pelos provedores: prefira o bom e velho simples HTML de sempre.

ESTILOS CSS
Assim também se deve evitar a tag para referenciar arquivos de CSS, devendo-se optar pelo CSS inline. Eu encontrei uma ótima ferramenta que faz isso de forma automática: MailChimp CSS inliner

EXPRESSÕES E MAUS HÁBITOS
É muito importante, também, evitar certas expressões e maus hábitos na composição de um e-mail marketing, a fim de torná-lo não apenas mais agradável para o usuário.

Por exemplo, evite expressões que apresentem pechinchas, oportunidades únicas de compra ou que sejam muito desgastadas por spammers, e que muito prejudicaram o e-mail marketing sério, como: “grátis”, “clique aqui”, “venda mais”, entre outras.

Por fim, também evite o péssimo hábito de separar com pontos ou espaços as letras de palavras comuns no spam (O.F.E.R.T.A, por exemplo), o que não funciona e ainda torna a mensagem bastante feia.

Atenção ao assunto

É importante ter muito cuidado ao redigir o título (assunto) do e-mail! Além das expressões anteriormente citadas, é importante evitar outras que, no corpo do e-mail, até são admitidas.

Por exemplo, as expressões proibidas no assunto da mensagem: “urgente”, “dinheiro”, “carreira”, “renda”, “promoção”, entre outras. Da mesma forma, evite incluir estas palavras no corpo da mensagem, opte por suprimi-las lá também.

Também não é indicado o uso de caracteres especiais, muito menos o uso de caixa alta em todo o título, devendo-se limitar a uma palavra – ou, preferencialmente, em lugar nenhum do assunto do seu e-mail.

Para finalizar a preparação do e-mail marketing, lembre-se sempre de testar a mensagem em questão em diferentes navegadores de Internet e softwares como o outlook, observando possíveis variações.

Ademais, utilize ferramentas para testar o score do seu html, por exemplo: mail-tester.com

Boas maneiras: criando confiança

É necessário tomar vários cuidados éticos e políticas de relacionamento ao trabalhar com o e-mail marketing. Não apenas por replicar no ambiente digital o que se deve praticar sempre nos negócios, mas também para gerar confiança nos usuários e aumentar as chances de conversão.

Além, disso, é necessário ter um cuidado especial na primeira remessa de e-mail marketing enviada: apresentar a empresa corretamente, deixar as informações claras e não ser agressivo na comunicação.

Também, nesse primeiro contato, é importante abrir para o usuário a possibilidade de responder à mensagem, e, sobretudo, de cancelar a inscrição dele automaticamente, podendo parar de receber seus e-mails quando desejar.

Isso cria confiança no usuário e evita que as pessoas vejam a sua empresa de forma negativa. A criação de confiança passa, mais ainda, quando por enviar as mensagens de um e-mail oficial, com domínio próprio da sua empresa. Assim, transmite imagem mais profissional.

Por fim, dois fatores muito importantes a serem observados:

Primeiramente, a frequência dos disparos do e-mail marketing, que não pode ser demasiada a ponto de irritar e cansar os seus contatos.

Em segundo lugar, a relevância do conteúdo, que deve, como em qualquer ação digital, ser interessante e atrativo para o público alvo em questão.

Conclusão

Não resta dúvida de que o e-mail marketing segue sendo uma importantíssima ferramenta de relacionamento e vendas no ambiente digital.

No entanto, como vimos, para que funcione como tal, é necessário tomar uma série de cuidados em relação à estratégia utilizada, forma e conteúdo das mensagens, num esforço constante e detalhado.

Quer saber como a Dataseek fornece soluções e consultoria em e-mail marketing? Entre em contato

Recommended Posts