Mailing: O que é? Aprenda construir o seu

Uma das ferramentas mais comuns no marketing, o mailing é presença comum em estratégias grandes ou pequenas em meio digital e vale a pena conhecer mais sobre ele.

Bastante antigo na área de marketing direto, o mailing precede até mesmo a era digital, consistindo no envio de mensagens diretas a uma base de contatos, seja por correio, mala direta, ou, posteriormente, telefone.

Hoje, com o domínio dos meios digitais, os mailings passaram a representar uma base de dados, que contém públicos-alvo para venda de algum produto ou qualquer outro tipo de relacionamento negocial.

Normalmente, essa base de dados tem como informação principal telefone e o e-mail, mas pode conter muitas outras informações relevantes para uma relação comercial mais direcionada e personalizada.

Ou seja: dados valiosos, que, se usados adequadamente numa estratégia de marketing bem-feita, podem representar alta conversão em vendas! 

ESTRATÉGIAS

Para montar uma base de dados que realmente permita feedbacks importantes, e, principalmente, gere vendas para o seu negócio, contudo é preciso ter em mente alguns pontos importantes.

Inicialmente, é necessário definir as informações que vão constar no mailing.
Principalmente, hoje em dia o e-mail é a primeira delas, mas outras como o nome e endereço, também são importantes.

Uma série de informações pessoais e profissionais pode constar no mailing.

É necessário definir o que é relevante para o seu negócio com bastante cuidado antes de adquirir qualquer cadastro. Uma vez que você tenha estudado que informações precisa, está na hora de captar os dados!

CAPTANDO PÚBLICOS

Existem várias maneiras de montar sua base de dados, que podem e devem ser combinadas para um melhor resultado.

A primeira é efetuar uma venda e fazer o cadastro do cliente. Nesse caso, você estará captando leads que já compraram o seu produto antes, ou seja, já têm maior chance de comprar novamente do que alguém que ainda não conhece asua empresa.

CONTEÚDO 

Outra forma de montar o mailing, bastante comum também, é trocar uma informação por outra: ofertar um e-book, webinário ou conteúdo similar gratuitamente, em troca dos dados do interessado.

Quantas vezes você já informou seu e-mail para ter acesso a uma vídeo ou baixar ume-book?  Certamente, inúmeras. Eis aí a popularidade e a eficiência dessa estratégia.

Você estará captando contatos que demonstraram interesse em seu conteúdo, portanto, também com maior potencial de compra do seu produto ou serviços.

Essa estratégia pode ser adaptada para o fornecimento de uma newsletter gratuita, ou amostra do seu produto, em troca de dados cadastrais. É a mesma forma, mas com objetos diferentes.

COMPRA DO MAILING

Também pode adquirir o seu mailing list de fontes confiáveis, que vão fornecer exatamente o perfil do seu público alvo potencial com extremo interesse em seus produtos ou serviços.

Por fim, antes de começar a disparar seus e-mails, é importante verificar a qualidade dos dados, eliminando endereços de e-mail inválidos, por exemplo. 

USANDO O SEU MAILING

Uma vez captada uma boa quantidade de dados seguindo os critérios acima, é possível começar a disparar mensagens para esse público. Vale considerar o uso de uma ferramenta de automação, a fim de disparar os e-mails de uma vez, direcionando respostas e coletanto estatísticas.

São ferramentas importantes, que facilitam o seu trabalho com o mailing e fornecem estatísticas relevantes para pensar nos próximos conteúdos e estratégias.

No disparo dos e-mails, é importante não abusar da frequência de envios, desde que não irrite ou canse os seus contatos, e procurar enviar conteúdos que gerem interesse no seu público.

As possibilidades de conteúdo são muitas, como ofertas especiais, pesquisas de opinião ou satisfação, informes de novidades… contudo vale tudo que possa estimular o seu lead a acompanhar sua empresa e comprar os seus produtos.

Também é interessante usar esse canal para ações de relacionamento, como brindes ou felicitações pelo aniversário do lead, por exemplo.

 CUIDADOS

E lembre-se: cuidado para não ser barrado pelos dispositivos anti-spam dos provedores e e-mail! Há uma série de cuidados a serem tomados, como evitar certas tags em HTML, imagens pesadas e termos já desgastados, como “oferta”, “promoção”, “renda”, “imperdível”,”desconto” entre outros. ( Veja mais neste artigo

Durante o uso do mailing list, é muito importante também mantê-lo sempre atualizado, a fim de evitar a perda do relacionamento com seus contatos.

 CONCLUSÃO

Embora desprezado por muitos, o mailing nunca deixou (e não deixará) de ser um ativo importantíssimo para qualquer empresa, seja física ou virtual.

O  importante é tomar os cuidados mencionados nesse texto, tanto quanto na sua montagem, quanto na estratégia de captação dos dados, abordagem do lead e disparos das mensagens.

Fazendo isso, decerto você criará um relacionamento muito melhor com seus públicos e venderá muito mais.

A Dataseek fornece mailings há mais de 13 anos para empresas em todo o Brasil através da solução DataList. Conte com nossa consultoria especializada para montar o seu! Entre em contato aqui

 

Recommended Posts