Mailing List: Como utilizar sua lista de dados

Conheça as diversas formas de utilizar o seu mailing, a fim de tirar o máximo proveito dos contatos contidos nele em ações programadas de vendas, marketing direto e/ou digital.

As dicas a seguir são essenciais para que você usufrua de diversas possibilidades, através de uma base de contatos atualizada e segmentada do seu público alvo potencial.

Mailing para Telemarketing

O bom e velho telemarketing ainda funciona.

Afinal, o contato pessoal ainda é a melhor opção de prospecção direta.

Porém, hoje em dia, é difícil encontrar alguém com tempo disponível ou desocupada para nos atender e conversar sobre uma possível parceria cliente x fornecedor.

Na maioria das vezes, precisamos ligar 3-4 vezes para encontrar o nosso contato, pois, na maioria das vezes, está quase sempre sem tempo ou ocupado.

Por isso, este tipo de prospecção leva mais tempo, demanda um trabalho muito maior e você ainda tem que ter muita paciência para se manter motivado.

Por outro lado, quando localizamos o contato e conseguimos conversar com este, os resultados são supreendentementes mais rápidos e fáceis de serem obtidos comparados a uma abordagem impessoal. 

E-Mailing

O E-mail marketing é um aliado do seu marketing direto. Utiliza-se o e-mail marketing para gerar tráfego ao seu site e/ou para divulgar produtos com vendas diretas pela internet. 

Deste modo, imagens de produtos são amplamente  utilizadas, assim como chamadas de ofertas de interesse do contato do seu mailing.

Mas, não para por aí. É possível enviar artigos, newsletters, lembretes e mensagens de aniversário através do e-mail marketing. 

Uma outra opção para utilizar o e-mail marketing de forma eficiente com seu mailing,  é para divulgação de eventos, feiras e cursos. 

Desta forma, caso há uma data limite para inscrição e pouco tempo para divulgar, o e-mail marketing faz a diferença.

Antes de tudo, não se esqueça de confirmar a reputação dos IPs de envio do seu servidor e a qualidade dos seus e-mails. Além disso, não se deve ter mais de 5% de e-mails inválidos em sua lista para não prejudicar a sua campanha.

Se preciso, faça uma validação dos seus e-mails antes de iniciar a sua campanha de e-mail marketing.

Automação de E-mails 

Gere leads de forma rápida com automação e sequência de e-mails. Esta modalidade é indicada apenas para contatos B2B com e-mails corporativos válidos.

Se você possui centenas ou milhares de contatos e precisa enviar e-mails para todos eles de forma personalizada, saiba que não precisa mais perder seu tempo escrevendo ou copiando/colando e-mails individualmente e nem confirmado os recebimentos dos mesmos.

Para isto, existem diversas ferramentas de automação de e-mails. A nossa se chama DataLeads

Através de um mailing ultra segmentado e com diversas informações, conseguimos personalizar os seus
e-mails para cada um de seus contatos. Inclusive, customizar a sua assinatura para cada e-mail enviado.

Você poderá personalizar palavras, produtos, chamadas, frases e tudo o que mais desejar.

Da mesma forma, você pode variar os e-mails e remetentes para dividir os esforços de vendas entre os membros da sua equipe comercial.

Neste formato de prospecção, o seu trabalho é apenas atender, agendar reuniões e vender.

Leads

Agora imagine, você recebendo mais de 50 e-mails de leads potenciais com uma sequência que parece mágica em sua caixa de e-mails? Em apenas uma hora? Ótimo, não?! Nós testamos e aprovamos! 

Neste metódo, você irá receber e-mails de contatos interessados em conhecer a sua empresa através de uma call, apresentação ou reunião presencial.

Por outro lado, também pode haver retorno de muitos contatos “sem interesse no momento“.

De tal forma, eu aconselho até criar uma regra na sua caixa de e-mail, para filtrar casos semelhantes, pois, num futuro próximo pode ser um melhor momento para retomar o contato.

Ah, mas você deve se perguntar: eu preciso confirmar o recebimento dos meus e-mails para todos os contatos? A resposta é não!

Na sequência de e-mails, você programa para que o sistema identifique os e-mails não lidos e envie um modelo de confirmação simples, como, por exemplo :

“Olá [NOME], gostaria de confirmar o recebimento do e-mail enviado….referente a apresentação do produto : [NOME_DO_PRODUTO]…”.

Adicionalmente, podemos pontuar os contatos por meio de cada leitura, cliques e acessos ao seu site através de um pixel de rastreamento

Como resultado, este processo permite que você identifique quais são os leads mais quentes, os famosos hot leads 

Mailing para Retargeting 

O retargeting, também conhecido como remarketing, é utilizado para divulgar anúncios (ads) em redes sociais através de listas de contatos ou mailings segmentados. 

Diversas plataformas possuem esta opção para direcionar anúncios ao seu público de clientes e parceiros.

Por exemplo, no linkedin, esta opção é chamada de matched audiences, sendo feita através da importação do e-mail ou domínio dos contatos que deseja direcionar o seu anúncio. 

Da mesma forma, o facebook ads possui uma ferramenta chamada de públicos personalizados, com mais opções para cruzamento dos dados.

Consequentemente, você pode inserir mais dados e variavéis como: telefone, celular, e-mail, nome, cidade e data de nascimento, para identificar o seu lead. 

Todavia, aconselho você utilizar o linkedin para anúncios B2B (corporativo) e o facebook ads para anúncios B2C (consumidores) ou branding (reconhecimento da marca).

Por certo, esta nova modalidade de anunciar é fantástica! Imagine, segmentar o seu mailing com diretores de empresas potenciais com alto poder de decisão. Mas, em contrapartida com poucas chances de contatá-los diretamente por canais tradicionais.

Enfim, é através do retargeting que o seus anúncios e o seu negócio irão aparecer para o seu público-alvo potencial, nas redes sociais, todos os dias, até causar certa curiosidade em clicar e conhecer a sua empresa!

CRM – Funil de vendas

Primeiramente, se você possui um sistema de CRM,  importe o seu mailing diretamente a sua base contatos.  
Logo após, crie um novo funil de vendas, para sua equipe comercial trabalhar de forma ativa na prospecção.
 
Em seguida, divida ou identifique seus contatos com filtros de segmentos, perfis, setores, portes e regiões. 
 

No gerenciamento do CRM e durante a atualização do funil de vendas, crie novos negócios e ative novas contas conforme o andamento da prospecção.

A princípio, envie e-mails ou faça contatos por telefone diretamente com sua base de prospecção no funil.

Utilize todos os recursos disponíveis do seu sistema de CRM para automatizar os processos e qualificar potenciais clientes que vieram do seu mailing.

Enfim, somente através de um mailing qualificado, atualizado e segmentado, você terá tantas opções para criar e personalizar os leads dentro do seu sistema de CRM.

Conclusão

Estas são apenas algumas das formas de utilizar o seu mailing list. 

Aproveite todos os recursos que os dados podem trazer para sua equipe de vendas e de marketing.

No próximo post, irei escrever sobre como utilizar o seu mailing ou uma base de dados em proejtos de BI – inteligência de mercado com recursos de geomaping, heatmap e reports (relatórios).
 
Autor: Ricardo Frasson – CEO Dataseek – [email protected]

Você sabe o que é a nova LGPD?

lgpd
lgpd

Sancionada em 14 de agosto de 2018 a Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD que entra em vigor a partir de agosto de 2020. Sendo que terá como órgão responsável a autoridade Nacional de Proteção de Dados.

Para você que caiu aqui de paraquedas, a lei tem como principal objetivo garantir a transparência no uso de dados das pessoas físicas.

Entenda de uma vez por todas tudo que não te contaram sobre a Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD.

Mais de 120 países cumprem a regra

São mais 120 países que possuem uma lei específica para proteção de dados. A lei NR 13.709 chegará para alterar a lei NR 12.965 de abril de 2014 (a lei do Marco Civil da Internet) que regulava as transações de dados até o presente momento. Assim, sendo base na GDPR, que é uma regulamentação europeia aprovada em maio de 2018. A GPDR utiliza os direitos fundamentais de liberdade e de privacidade. A finalidade dela é estabelecer regras sobre a coleta e o armazenamento dos dados pessoais, bem como seus compartilhamentos.

A LGPD tem como intuito proteger todos os dados das pessoas físicas, portanto tem como penalidade o pagamento de multas. Certamente, sendo estas penalidades, uma forma das empresas se sentirem motivadas a cumprir tal lei.

O que são dados pessoais?

Apesar do significado abrangente de dados pessoais, estes podem ser resumidos como informações relacionadas a uma pessoa identificável. Em outra palavras, as informações que concedem a identificação do indivíduo de forma direta ou indireta. Dados contendo por exemplo nome completo, data de nascimento, endereço, telefone ou e-mail.

A Lei abrange ainda os dados pessoais sensíveis. Sendo estes os dados que revelam a origem racial, étnica, opiniões, convicções políticas, religiosas. Assim como também filiação sindical, os dados genéticos, biométricos, dados relacionados a saúde e a vida e/ou orientação sexual de cada um.

Mundança de cenários

Quando entrar em vigor, a LGPD proporcionará medidas que mudarão o cenário atual, uma vez que o titular dos dados deverá consentir de maneira clara e explícita sobre o uso dos mesmos.

As pessoas jurídicas que passarem por cima da nova medida estarão sujeitos a uma multa de até 50 milhões de reais. A partir de agosto de 2020 as empresas só poderão coletar certos dados a partir da autorização explicita do titular.

As empresas deverão então comprovar que a sua coleta de fato é útil para a interação com o cliente. Os titulares dos dados poderão ainda solicitar sua exclusão. Sem dúvida, o intuito da LGPD é priorizar as vontades dos consumidores, tendo o controle total sobre os seus dados.

A lei assegura que qualquer dano causado por vazamento ou má utilização destes dados tenha o responsável punido. Além disso, prevê que o órgão regulador possa solicitar os relatórios de risco de privacidade, com o intuito de garantir que as organizações tratem o assunto de maneira interna e mais eficiente.

Depois de sancionada, as empresas terão o período de até 18 meses para se adequarem aos novos requisitos. É importante que as empresas que desejam se adequar as novidades realizem um mapeamento detalhado, com os dados dos indivíduos. Assim como, tratar diretamente com os mesmos, a fim de obter a autorização deles.

 

Auxílio tecnológico

A tecnologia surge como grande aliado neste processo, as empresas enfrentarão desafios quanto a gestão de segurança de dados. Por isso, é importante contar com a ajuda de soluções de segurança da informação e gestão de dados.

FAQ

O que muda com a nova lei?
Os dados passarão a pertencer ao próprio contato, podendo ele autorizar ou não o uso dos mesmos.
Também deverá ser permitido ao contato acesso total aos dados armazenados, podendo ele mesmo alterar, incluir ou excluir informações pertencentes ao seu CPF.

Quais dados poderão ser utilizados?
Somente dados de pessoas físicas que autorizarem o compartilhamento e armazenamento.
Esta autorização deverá ser explicita através do cadastro (termos de serviços e privacidade ) em aplicativos, sites, rede sociais, assinaturas, formulários, papel, etc..

E o conflito da LGPD com o Cadastro Positivo?
A inclusão dos dados pessoais dos consumidores nos cadastros positivos poderá ser efetivada independentemente do consentimento expresso do titular. No entanto, os consumidores, na qualidade de titulares dos dados, possuem os direitos de informação, privacidade e livre acesso garantidos a esses dados, no modelo opt-out.

A Dataseek…

Como a Dataseek está se adequando a nova lei?
Estamos em fase de transição para se adequar a nova lei. Em primeiro lugar, a Dataseek está modificando todo o modelo de negócio referente a obtenção, armazenamento e fornecimento de dados cadastrais de pessoas físicas.

O que esperar da Dataseek para 2020 quando a nova lei entrar em vigor?
Você pode esperar novas soluções e tecnologia focadas em dados públicos. Portanto, iremos criar mais serviços em automação e de segurança dos dados.

A base de dados de pessoas físicas da Dataseek será reduzida?
Sim, devemos cumprir a lei, a fim de excluir contatos que não autorizam o compartilhamento ou armazenamento de suas informações cadastrais. Dessa forma, não poderemos obter e armazenar dados que “identifiquem” os consumidores sem a devida autorização dos mesmos.

Conclusão

A LGPD surge para estabelecer regras na coleta e tratamento dos dados pessoais.

O principal objetivo dessa lei é garantir uma maior proteção dos seus dados como consumidor. Além disso, aplicará punições severas pelo descumprimento por parte das empresas, uma vez que devem se adequar até o próximo ano, em agosto de 2020.

O consumidor passa a ter total controle de suas informações pessoais. Entretanto, é de suma importância ficar atento, uma vez que sabemos que não serão todas as empresas que irão se adequar ou cumprir a lei.

Ainda está com dúvidas relacionadas a nova lei? Entre em contato para conosco

Automação e geração de Leads B2B

Despertar o interesse do seu potencial cliente ou leads b2b para o seu produto ou serviço, nem sempre pode se mostrar uma tarefa fácil. Além disso, manter essa relação pode ser ainda mais difícil do que você imaginava.

Além de bons produtos ou serviços, sua empresa deve oferecer um bom diálogo no contato com o comprador, proporcionando ao cliente a melhor experiência possível.

Aumentar a escala de vendas, gerando mais clientes e mantendo a relação com os clientes antigos tem se tornado mais prático e barato. O fluxo de automação de e-mails tem se mostrado uma maneira eficiente de criar esse vínculo com clientes.

Cada vez mais as empresas estão adotando esse método digital, uma vez que, o fluxo de automação por e-mail se mostra mais eficaz e garante resultados fidedignos em muito pouco tempo.

Mas, a grande questão é: Como posso gerar leads b2b e levá-los a se tornarem um cliente? Consigo isso través do fluxo de automação? Qual a melhor estratégia? Quais as vantagens dessa ferramenta?

Foi justamente pensando em sanar essas e outras dúvidas suas que eu escrevi esse material. Para que você possa ficar por dentro desse método que ainda é novidade para muitos.

Benefícios

São muitas as estratégias a serem seguidas com o propósito de conquistar clientes com o uso dos fluxos de automação. Quer saber quais sãos os benefícios? Confira:

Aprimora o seu relacionamento com o cliente.
Leads qualificados e desqualificados(sem interesse) automaticamente.
Vendas rápidas capazes de nutrir os leads b2b.
Economia de muito tempo de prospecção da equipe.
Aumenta o acesso ao site, landing pages e formulários.
Cria um melhor engajamento com as mídias digitais da empresa.

Planejamento

Antes de dar início ao processo de fluxo de automação, é necessário que você (empresa) conheça o seu público alvo e os seus interesses, para que dessa forma você possa apresentar aos mesmos soluções personalizadas.

Por isso, é de suma importância que exista um estudo do seus contatos, a fim de entender quais assuntos, produtos ou serviços direcionar para aquele determinado cliente.

É necessário estruturar a automação. Enviar um primeiro e-mail de apresentação ao contato, com o intuito de conhecê-lo e entender suas necessidades. Isso dará início a uma relação que renderá mais frutos, e bons resultados de vendas.

Entretanto, estender um e-mail de apresentação para uma e-mail informativo por exemplo, pode gerar até 23% mais conversões no comércio eletrônico do que se ater em apenas um único e-mail.

O principal objetivo para a equipe com a automação é que seja minimizado o trabalho repetitivo da equipe de vendas, assim a equipe passará a focar em outras coisas, como o uso das competências de cada um dos integrantes para prestar um atendimento personalizado.

Investir em uma solução de automação é essencial, para que além do fluxo de e-mails você tenha acesso a relatórios completos das jornadas do cliente.

Conhece o seu perfil de cliente ideal? Sabe quais são os seus interesses? Agora você já pode montar os seus e-mails automatizados com base nas informações coletadas.

Jornada do cliente – Leads B2b

Saiba que textos grandes e genéricos não são convidativos. Ser indireto e sair do foco principal do assunto, pode acabar fazendo com que o nome da sua empresa vá direto para a lixeira.

Pensando nisso, saiba ponderar a quantidade de e-mails que devem ser enviados aos seus clientes. Inicialmente é aconselhado que se envie 1 e-mail a cada dois dias. A relação ao longo desse processo se torna mais séria, sendo assim 1 e-mail por semana já é o suficiente para nutri esse leads b2b.

Outra dica é que o fluxo de automação seja objetivo. Nada de oferecer mil coisas em um só e-mail. Apesar de muitas vezes uma coisa levar a outra, corte as pontas soltas. Até 5 produtos personalizados por e-mail já podem ser mais que o suficiente.

A estrutura do seu e-mail deve ser simples, objetiva, sem muita enrolação. O assunto ou tema devem vir primeiro, e em seguida você deve obter uma problemática do seu cliente, um problema à ser resolvido, na sequência aponte uma ou várias soluções.

Análise de resultados

Para aperfeiçoar o seu fluxo, e posteriormente os seus serviços, é importante analisar os seus resultados. Por meio de uma solução de qualidade que atenda aos requisitos que o seu negócio demanda.

Você empreendedor terá acesso a todas as informações para a realização de uma análise completa da sua campanha de marketing e geração de leads.

Os principais dados a serem acompanhadas devem ser as taxas, sendo elas as taxas de crescimento da sua lista de e-mails, assim como as taxas de abertura, de cliques e de eficiência.

Verifique quantos usuários foram até o objetivo que o seu e-mail tinha: vender, preenchimento de formulário, download de material, entre outros. Assim como analisar também a quantidade de e-mails que foram entregues junto ao seu fluxo de automação.

As taxas médias para um público altamente segmentado mas que não possui relacionamento (não conhece ou nunca ouviu falar sobre sua empresa ) são:

1. 25% de leitura ( em toda jornada de e-mails automatizados)

2. 5% de cliques ( acesso ao seu site ou download de material )

3. 7% respostas – leads b2b (indicações, mais informações, sem interesse, reunião, ligação. Etc..)

4. 0,5 a 2% vendas a curto e longo prazo.

Considerando as taxas médias de retorno acima, podemos considerar que a cada 1.000 contatos devemos conseguir 250 leituras, 50 cliques ou *acessos ao seu website, 70 respostas ( replies nos e-mails ), 5 a 20 vendas em média em até 90 dias da data de ínicio da **campanha de automação.

Os resultados mencionados acima podem até dobrar caso sua marca seja rconhecida e já tenha obtido a confiança dos consumidores potenciais.

*Pode ser convertido em remarketing automaticamente através de pixel instalado em seu site
** Campanha pode durar entre 1 semana a 15 dias.

Conclusão

O fluxo de automação surge como uma ferramenta que facilitará várias etapas do seu negócio. Tenha sempre em mente que este é um investimento que poderá te render bons frutos num futuro muito próximo.

Conheça o seu público alvo e foque totalmente nele, tenha uma equipe qualificada para atender esses leads b2b e coloque em prática todas as outras dicas que foram mencionadas ao longo desse artigo.

A Dataseek oferece soluções e sistemas para geração de leads através do DataLeads.
Entre em contato com um nossos consultores para saber mais.